Chega de ser caça e caçador, vamos ser amor!

Nossa busca pelo prazer começa junto com o início da nossa vida, nossa necessidade de expressar e de sentir é algo inerente à nossa existência.

Mas à medida que crescemos, que nossa sexualidade começa e se desenvolver, nos deparamos com situações que vão nos colocando medo.

As meninas crescem temendo o abuso, as importunações, as crenças e tabus gerados pela repressão do patriarcado.

Os meninos crescem com a obrigação de ter que “atacar”, de ser o macho que chega chegando, que está sempre preparado.

Isso vai gerando uma tensão emocional em meio às nossas necessidades de expressar e receber amor e prazer, formando essa sociedade doente, cheia de abusadores de todos os tipos, de pessoas reprimidas, irritadas, tensas e ansiosas.

As relações passam a ser competitivas, “quem pegou quem”, quem tem a melhor performance, quem é o mais “irresistível”.

O tantra traz a visão de uma vida em liberdade, onde a expressão da sexualidade é uma forma de desenvolvimento do corpo, mente e espírito. Na troca de afeto, carinho, prazer com você mesma e com o outro.

Chega de ser caça e caçador, vamos ser amor!

Sigamos…

– Bruno Lima / Surya Shanti | @brunolimaterapeuta | Terapeuta Tântrico Renascedor

Créditos da Imagem: freepik.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As postagens e artigos deste Blog são de responsabilidade de suas autoras e não expressam necessariamente a opinião da Abratantra, que se manifestará sempre editorialmente.

Mais de 100 Terapeutas Tântricas e Tântricos associadas