Se toque que o amor desenvolve.

Queixa muito comum em meus atendimentos é falta de interesse no sexo, principalmente entre as mulheres, mas homens também.

As histórias são bem parecidas, esperam encontrar um parceiro para começar a vida sexual, aí no início costuma ser bom, mais ou menos, até que com pouco tempo o interesse acaba.

Aí eu pergunto, vc se toca, faz amor com vc mesma? Se masturbava quando adolescente e ainda hoje? E a resposta é sempre não para todas essas perguntas.

Os homens até têm esse hábito mais frequente de masturbação, mas é algo voltado somente para os genitais, o que acaba é gerando outros problemas.

Um corpo que não é tocado com carinho, com carícias, respeito e amor, não se sensibiliza para o prazer. E essa prática de sensibilização, deve ser iniciada pela própria pessoa.

E eu não falo apenas de genital como a maioria está acostumado, mas digo de tocar todo o corpo, acariciar seu corpo.

Vivemos em busca de alguém que nos dê carinho, e nós mesmo negamos a fazer isso com o próprio corpo.

Sei de todos os tabus, crenças e preconceitos com relação a isso, mas vai ser muito mais gostoso numa relação a dois (ou mais), se vc já conhece seu corpo, sabe do que gosta ou não, já tem o corpo todo sensibilizado para as sensações de prazer.

Portanto, se vc sente falta de interesse no sexo, pouca libido, experimente começar a se tocar, prepare um abiemte agradável, músicas, velas e tenha um momento de amor com vc.

Ninguém mais que vc saberá onde no seu corpo te dá mais prazer. Se toque, se ame, se deseje.

– Bruno Lima / Surya Shanti | @brunolimaterapeuta | Terapeuta Tântrico Renascedor

Créditos da Imagem: freepik.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As postagens e artigos deste Blog são de responsabilidade de suas autoras e não expressam necessariamente a opinião da Abratantra, que se manifestará sempre editorialmente.

Mais de 100 Terapeutas Tântricas e Tântricos associadas