Ah! O Amor…!

Tema desgastado esse, hein minha gente!? ^^’

Longe de ser a detentora da Verdade, ouso declarar a experimentação do Amor… Dei de cara com Ele enquanto percorria os labirintos espelhados da Vida (sempre generosa que só Ela!). Sigo encontrando-o, tantas e tantas vezes, através dos espelhos relacionais que a Vida coloca em meu caminho.
Poderia até dizer que sou privilegiada, mas prefiro assumir que sou merecedora, pois apenas Eu sei por onde precisei passar para chegar até aqui… Até você, que está lendo minha mensagem neste momento.

Que você experimente Amor!
Não aquele romântico, vendido em milhares de telas e páginas, cheio de posse, que quer consumir o outro como uma fera bestial que precisa ser alimentada incessantemente, como uma fogueira precisa de inflamáveis para não “morrer”… Mas sim aquele Amor “frio”, o Amor espiritual, a oitava superior que lhe traz a noção de Ser Tudo e Nada ao mesmo tempo, que nada quer, nada toma, nada oferece, apenas transborda a própria Existência Infinita onde nada falta.

Que você olhe bem para os espelhos relacionais no seu caminho e possa ver o Amor!
Que você dê de cara com Ele o tempo todo, em toda parte.

📝+💜 @premveeta

***

Worn out theme, eh people? ^^’

Far from being the holder of the Truth, I dare to declare the experience of Love… I came face to face with it while wandering through the mirrored labyrinths of Life (always generous as She is!). I keep meeting it, over and over again, through the relational mirrors that Life puts in my way.
I could even say that I am privileged, but I prefer to assume that I am deserving, because only I know where I needed to go to get here? Even you, who are reading my message at this moment.

May you experience Love!
Not that romantic love, sold on thousands of screens and pages, full of possessions, that wants to consume the other like a bestial beast that needs to be fed incessantly, like a fire needs inflammables not to “die”? But that “cold” Love, spiritual Love, the higher octave that brings you the notion of being Everything and Nothing at the same time, that wants nothing, takes nothing, offers nothing, only overflows its own Infinite Existence where nothing is lacking.

May you take a good look at the relational mirrors on your path and be able to see Love!
May you come face to face with Him all the time, everywhere.

#transbordei #filosofei #philosophizing #overflowed #relationships #humansexuality

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As postagens e artigos deste Blog são de responsabilidade de suas autoras e não expressam necessariamente a opinião da Abratantra, que se manifestará sempre editorialmente.

Mais de 100 Terapeutas Tântricas e Tântricos associadas